quarta-feira, 26 de julho de 2017

20º Edição do Festival de Sanfona e viola de São Pedro do Itabapoana

A imagem pode conter: céu, casa e atividades ao ar livre















PROGRAMAÇÃO 2017 



SEXTA-FEIRA(28)

11h00 às 14h00 – Palco Livre (Tablado Dr. Pedro Antônio de Souza).
11h00 às 15h30 – Palco Livre (Tablado Capital).
14h00 às 18h00 – Roda de Sanfona e Viola nas ruas e praças.
15h30 às 17h30 – Adriano Costa (Tablado Capital).
17h30 às 19h00 – Garotos da Serra (Tablado Capital).
18h00 às 19h00 – Folia de Reis nas ruas e praças.
20h00 às 21h00 – Alê do Arrocha (Palco Grinalson Medina).
20h00 às 22h00 – Handrey Mazzini (Tablado Dr. Pedro Antônio de Souza).
21h00 às 22h30 – Chapas do Brasil (Palco Grinalson Medina).
22h00 às 00h00 – Gean Oliveira e Geovane (Tablado Dr. Pedro Antônio de Souza).
22h30 às 00h00 – Wemerson Araújo (Palco Grinalson Medina).
00h00 às 02h00 – Jean e Juliano (Palco Grinalson Medina).
00h00 às 02h00 – Mirano Schuler (Tablado Dr. Pedro Antônio de Souza).

SÁBADO (29)
 
11h00 às 12h30 – Palco Livre (Tablado Dr. Pedro Antônio de Souza).
11h00 às 13h00 – Palco Livre (Tablado Capital).
12h30 às 16h30 – Roda de Sanfona e Viola nas ruas e praças.
13h00 às 15h00 – Pedro e Luan (Tablado Capital).
15h00 às 19h00 – Projeto Frutos da Terra (Tablado Capital).
17h00 às 18h00 – Folia do Boi de Santo Antônio de Muqui nas ruas e praças.
18h00 às 19h00 – Dança Italiana Felice Ballo nas ruas e praças.
19h30 às 22h00 – Concurso Nacional de Sanfona e Viola (Tablado Dr. Pedro Antônio de Souza).
20h000 às 21h00 – Sensação do Forró (Palco Grinalson Medina).
21h00 às 22h30 – Banda Capricho (Palco Grinalson Medina).
22h00 às 23h30 – Valdeir do Acordeon (Tablado Dr. Pedro Antônio de Souza).
23h30 às 00h00 – Resultado do Concurso Nacional de Sanfona e Viola (Tablado Dr. Pedro Antônio de Souza).
22h30 às 00h30 – Ataíde & Allisson (Palco Grinalson Medina).
00h00 às 02h00 – Chico Lobo (Tablado Dr. Pedro Antônio de Souza).
00h30 às 02h00 – Rodrigo Balla com participação especial do Maestro Silvio Barbieri e a dupla são pedrense Gean Oliveira e Geovane (Palco Grinalson Medina).
03h00 – Alvorada Metais do Brasil nas ruas do sítio histórico.

 DOMINGO (30)
 
10h00 – Celebração Sertaneja na Igreja São Pedro do Alcântara.
11h00 às 15h00 – Zé da Silva e Lindomar (Tablado Dr. Pedro Antônio de Souza)
15h00 às 16h00 – Palco Livre (Tablado Dr. Pedro Antonio de Souza).

Fonte: Portal Mimoso

terça-feira, 25 de julho de 2017

Bom Jesus: Justiça determina apreensão adolescentes suspeitos de participar de estupro coletivo



Cinco adolescentes, com idades entre 14 e 16 anos, foram apreendidos nesta segunda-feira (24/07) por suspeita de participação no caso de estupro coletivo no Colégio Estadual Padre Mello, em Bom Jesus do Itabapoana, no Noroeste Fluminense. Ao todo foram expedidos cinco mandados de busca e apreensão. Quatro deles foram apreendidos na parte da manhã e o outro, apontado como suposto namorado da vítima, foi localizado à tarde, na casa de parentes, em Mimoso do Sul (ES).

Desde a última sexta-feira (21/07), a Polícia Civil investiga  o caso de um estupro coletivo contra uma menina de 13 anos dentro de uma escola estadual da cidade.

Pela manhã, o delegado titular da 144ª Delegacia de Polícia (DP), Bruno Cleuder, informou que a polícia já sabe o paradeiro do quinto adolescente, que não havia sido localizado até então. "Já mobilizei minha equipe e estamos indo apreender o menor. Estes adolescentes ficarão internados, provisoriamente, por 45 dias, e depois podem ficar mais três anos sofrendo medidas socioeducativas", disse o delegado, esclarecendo que as investigações continuam em curso.

Em nota, o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) informou que o processo corre em ‘segredo de justiça’, limitando a divulgação dos fatos. Ainda nesta semana começará o processo de instrução e confirmação probatória.

Segundo a promotora Olivia Motta Venâncio Rebouças, o MPRJ aguarda o início da fase probatória quanto aos nove adolescentes já representados/processados, estejam eles internados ou não. Quanto às medidas propostas pelo órgão, a promotora esclareceu que os adolescentes apreendidos serão internados em instituição própria e serão conduzidos à audiência pelo Degase.

A promotora lembrou, ainda, que a adolescente está sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar e foi encaminhada a tratamento médico e psicossocial. Com relação a direção da escola, Olivia esclareceu que o MPRJ aguarda os documentos que ainda serão encaminhados pela Polícia Civil, a fim de ajuizar a ação cabível.

“Caso seja comprovada a ciência por parte da direção e/ou coordenação acerca de episódio(s) envolvendo relações sexuais dentro da escola, sobretudo com menor de 14 anos, o que, por si só, caracteriza estupro de vulnerável, ficará evidenciada grave falha passível de sanções civis, penais e administrativas”.

Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) informou que "Todas apurações sobre o caso estão sendo feitas pela Delegacia de Polícia local, com acompanhamento da Secretaria de Segurança.

Ao tomar conhecimento, na última sexta-feira (21/07), a Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) instaurou sindicância e exonerou o diretor e a assistente operacional escolar da unidade no mesmo dia (21/07).

A Seeduc aguardará a finalização do inquérito por parte da Polícia para apensar à sindicância".


Reportagem: Redação/G1 Norte Fluminense

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Equipe titular da Aerse Santo Eduardo visita Ypiranga de Morro do Coco e sai com vitória.

Os times aspirante e titular da Aerse (Santo Eduardo) jogaram neste domingo (23) no distrito de Morro do Coco. As partidas foram bem disputadas e ao término dos jogos os aspirantes do Ypiranga conseguiram a vitória pelo placar de 3x2, numa partida com a arbitragem muito confusa. Os jogadores da Aerse reclamaram muito de alguns lances que poderiam fazer a diferença no placar final, como a não marcação de um penalty e de um gol a favor que foi anulado pelo juiz. Enfim, futebol sem polêmica não é futebol e no final terminou mesmo com a vitória do time de Morro do Coco.
Confira a abaixo um belo gol que foi marcado pelo time aspirante da Aerse pelo jogador Denilson (Xaropinho)


Titulares

Já no jogo principal da tarde, o Ypiranga não teve a mesma competência e não conseguiu usufruir da vantagem de estar jogando em casa e perdeu a partida para os rapazes da equipe de Santo Eduardo por 2 a 1, jogo este que foi dominado pela Aerse em boa parte do tempo, fazendo com que a equipe chegasse agora aos 11 pontos na tabela.
Após a partida, jogadores titulares da Aerse se reuniram no meio do campo e comemoraram a vitória contra o Ypiranga.
CONFIRA OS GOLS DA PARTIDA PRINCIPAL ENTRE YPIRANGA E AERSE:



sábado, 22 de julho de 2017

Começa neste domingo (23) o segundo turno do Campeonato de Futebol do Extremo Norte de Campos





O primeiro turno foi bem disputado, principalmente no Grupo B, onde até a última rodada, na semana passada, ter ocorrido o fato de vários times chegarem empatados em números de pontos. No final dos jogos, o Tamandaré (Santa Maria) acabou ficando em primeiro lugar, com 10 pontos, após ter conseguido a vitória sobre o Olaria, seguido do Ferreira e da Aerse (Santo Eduardo) e Ypiranga que somaram 8 pontos, o Olaria que fechou com 6 pontos e o Brasil, que não conseguiu pontuar no turno, terminando em último lugar.

Já no Grupo A, o Vila Nova esbanjou competência, terminando o turno com 15 pontos, liderando com folga o seu grupo, deixando o segundo colocado, o São Joaquim, com 7 pontos, seguido do Murundu e Palmares, com 5 pontos e do Mata da Cruz e do Terreiro de Pedra que terminaram o turno com 4 pontos cada.

Segundo Turno

Neste domingo, portanto, inicia-se o segundo turno da competição com mais 6 partidas do Aspirante e mais 6 partidas dos Titulares e você morador e simpatizante do esporte deve continuar apoiando sua equipe e comparecer nos estádios para prestigiar nossos atletas.

Confira as partidas do domingo (23) abaixo:

Grupo A

Vila Nova X Murundu 
Palmares X São Joaquim
Terreiro de Pedra X Mata da Cruz

Grupo B

Olaria X Ferreira
Tamandaré X Brasil
Ypiranga X Aerse

Apiacá em Festa!!!


Festa Tradicional de Apiacá, em honra a Nossa Senhora Sant'Ana, com atrações religiosas e sociais.
Clique na imagem para melhor visualização.

Campos: HGG realiza mutirão para 900 agendamentos de teste ergométrico e ecocardiograma

Objetivo é atender o máximo de pessoas até o mês de setembro


Foto: Rogério Azevedo

Um mutirão realizou mais de 900 agendamentos para exames de ecocardiograma e teste ergométrico para os próximos meses no Hospital Geral de Guarus (HGG). Seguindo a política de fortalecimento na Saúde do governo Rafael Diniz, a unidade — referência do município na emergência em consultas e exames especializados — vem agilizando o agendamento de diversos exames, entre eles retinografia, angiografia, laringoscopia e vídeo-histeroscopia.

Na quinta(20), foram marcados 630 exames de ecocardiograma para o final de julho, agosto e setembro. Já para os testes ergométricos foram 310 marcações para o final deste mês e agosto. Segundo o coordenador do ambulatório do HGG, Juliano Marcelino, os agendamentos aconteceram sem tumulto, atendendo também a pedidos de uma demanda externa.

— Percebemos a necessidade da população nestas áreas e atendemos também a pedidos que eram externos ao hospital. Conseguimos atender a todos que vieram nos procurar e o mutirão superou nossas expectativas – ressalta Juliano Marcelino.

Além da marcação de consultas, a Prefeitura de Campos vem buscando parcerias para reforma e aquisição de equipamentos para o HGG. Nesta semana, ficou definido que a unidade vai receber uma verba federal de cerca de R$ 5 milhões. O repasse foi possível por meio do deputado federal Paulo Feijó.

— É importante neste momento unirmos forças. Sempre prego a busca por parcerias para solucionar os problemas e este é mais um exemplo de trabalho em conjunto — avalia o prefeito Rafael Diniz.

Campos 24 horas

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Caso dos royalties no TRF: nova decisão a favor da Prefeitura de Campos

Com a decisão, Caixa poderá cobrar apenas 10% dos royalties


Através de um recurso chamado “embargo de declaração”, do procurador geral do Município, José Paes Neto, Campos conseguiu reverter no Tribunal Regional Federal (TRF ) a decisão que permitia a Caixa Econômica Federal (CEF) cobrar  o pagamento da “cessão de crédito”(antecipação dos royalties), de maio de 2016 até maio de 2026, nos termos do contrato celebrado pela gestão passada. No recurso, o principal argumento foi de que o contrato foi celebrado como cessão de crédito e não uma operação de crédito, ferindo assim a lei municipal 8273/2015, aprovada na Câmara de Campos, e a Resolução Modificativa 002/2015, do Senado.

Desta forma, o desembargador Marcelo Pereira da Silva deu provimento ao embargo de declaração do Procurador Geral de Campos, José Paes Neto. Com isso, a Caixa poderá cobrar apenas 10% dos royalties que o município recebe. Mais ainda haverá o julgamento final, com apreciação do mérito do caso.

O presidente da Câmara de Vereadores de Campos, Marcão Gomes (Rede) falou sobre a decisão: “A Câmara de Campos fica bastante feliz em ter podido ajudar a Procuradoria do Município para reverter essa situação, fundamental para a cidade. Temos que parabenizar os procuradores de Campos, José Paes, e da Câmara, Robson Maciel. O crédito é todo deles”, finalizou.

NOTA DA PREFEITURA

A Prefeitura de Campos informa que o Tribunal Regional Federal (TRF) reverteu a decisão de permitir que a Caixa Econômica Federal (CEF) cobre do município o pagamento da “Venda do Futuro” nos termos do contrato celebrado pela gestão passada com a CEF. Com esta informação, volta a valer a decisão em primeira instância que autorizava o município a pagar os 10%, referentes aos royalties de petróleo e participações especiais. Segundo a Procuradoria Geral do Município, a decisão ainda é provisória e posteriormente vão ser julgados os méritos dos recursos pela 8ª Turma do TRF, mas ainda não há uma data prevista.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Santo Eduardo: A Agência dos Correios já fechou?


BAGUNÇA E DESRESPEITO AOS USUÁRIOS!

Moradoras em frente a Agência Fechada nesta quarta-feira (19)
Moradores foram surpreendidos nesta quarta-feira (19) com as portas fechadas da Agência dos Correios de Santo Eduardo. No local, ninguém para dar uma explicação do motivo disso ter acontecido, já que a previsão é que só acontecesse tal fato na sexta-feira próxima (21).

VERGONHA!

terça-feira, 18 de julho de 2017

Mantidos repasses de royalties de petróleo de Campos para a Caixa Econômica

O valor do contrato ultrapassa R$1 bilhão


A presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz, indeferiu pedido de suspensão de decisão da Justiça Federal que determinou que o município de Campos dos Goytacazes (RJ) mantenha o repasse à Caixa Econômica Federal de royalties e participações decorrentes da exploração de petróleo e gás natural. O valor do contrato ultrapassa R$1 bilhão.



Por meio do instrumento contratual e em meio à grave crise financeira, o município transferiu à CEF os direitos de crédito referentes à participação na exploração de petróleo e gás, entre 2016 e 2026. Em contrapartida, a Caixa pagou ao município cerca de R$562 milhões.

Posteriormente, tanto o município fluminense quanto a instituição financeira ingressaram com ações na Justiça Federal – o primeiro com o objetivo de declarar a nulidade do contrato; o segundo, para fazer com que o poder municipal cumprisse integralmente as disposições contratuais.

Crise financeira

Após interposição de recurso da CEF (agravo de instrumento), o Tribunal Regional Federal da 2ª Região determinou que o município de Campos dos Goytacazes transferisse ao banco o montante correspondente ao fluxo em barris de petróleo na proporção mensal especificada no contrato.

Contra essa decisão, o município apresentou ao STJ o pedido de suspensão, sob o argumento de que a cidade vive a maior crise financeira de sua história, que foi acentuada em virtude da queda de arrecadação das receitas oriundas da exploração do petróleo e seus derivados. A municipalidade alega que, caso mantida a decisão, será ampliado o cenário de caos financeiro generalizado, com riscos de lesão à ordem pública.

Caso complexo

A ministra Laurita lembrou que o município já passava por grave crise financeira à época da formalização do contrato, e agora, novamente sob o argumento de problemas nas contas públicas, busca o cumprimento de suas obrigações de modo diferente daquele acertado em contrato.

“Se, de um lado, a situação de caos financeiro alardeado pelo Município Requerente é notória, de outro, é igualmente evidente que não decorre exclusivamente do cumprimento das obrigações contratuais assumidas com a Caixa Econômica Federal, não se podendo creditar à decisão que se busca suspender, que reconheceu a higidez do negócio jurídico celebrado, a ocorrência de grave lesão à economia pública”, afirmou a ministra.

De acordo com a presidente do STJ, a complexidade do caso envolveria o exame de cláusulas contratuais e da avaliação da incidência das Resoluções 43/2001 e 02/2015 do Senado Federal ao negócio jurídico. Dessa forma, o eventual reconhecimento de lesão aos bens regidos pela legislação demandaria a análise do mérito da causa – ainda em curso na Justiça Federal – para, verificada a nulidade do contrato, sustar o seu cumprimento.

“Trata-se de medida de todo inviável em pedido de suspensão de liminar e de sentença, sob pena de transmudar o instituto em sucedâneo recursal”, concluiu a ministra ao indeferir o pedido de suspensão.

Fonte: Ascom

Aviso fixado na Agência dos Correios de Santo Eduardo causa ainda mais indignação aos moradores


Resultado de imagem para correios de santo eduardo

A falta de respeito e de sensibilidade dos Correios com a população continua cada vez mais descarada. Além de termos que engolir o desaforo que é o fechamento da Agência local, previsto para ocorrer agora no dia 21 de Julho, a direção dos Correios ainda por cima fixou na porta da unidade a informação de que teremos que nos dirigir ao centro de Campos para retirarmos nossas correspondências, sendo que, pelo que sabemos, sempre nossa Agência foi vinculada aos serviços da Agência de Bom Jesus do Itabapoana. Tanto é isso verdade, que os funcionários dos Correios do município vizinho é que sempre trabalharam em Santo Eduardo e, inclusive, hoje, devido a unidade também estar sem carteiro, já estão sendo entregues as encomendas via Sedex por um funcionário com um veículo vindo de Bom Jesus.
Ou seja, não há justificativa aceitável para que tenhamos que nos dirigir para Campos para procurarmos nossas correspondências. Isso é um verdadeiro absurdo!

Codemca
Resultado de imagem para codemca escritório de santo eduardo
Escritório da Codemca, em Santo Eduardo.

Segundo informações, há uma possibilidade que seja criado um posto de atendimento, nos moldes do que existe em vários distritos de Campos, tipo Santa Maria e Morro do Coco, para atender a população de Santo Eduardo. No caso, seria disponibilizado um cômodo no escritório da Codemca local para que ficassem ali as correspondências e encomendas dos moradores, entretanto, diante da dificuldade econômica que o município atravessa e, talvez, da falta de articulação dos vereadores para indicar uma pessoa para trabalhar no local seja um dos maiores empecilhos para que isso saia da conversa e vire realidade.

Uma coisa é certa; estamos perdendo o que conquistamos com muita luta e este modelo político que estamos vivendo no país, que só visa os lucros, o amparo aos grandes empresários não está nem aí para as necessidades da população mais pobre e das periferias e somos nós é que estamos sendo os mais prejudicados. 
Voltamos ao século passado!