sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Felício de Souza, locutor oficial da prefeitura, confirma Rosinha no cargo.

Ouvindo a Rádio preferida do casal Garotinho, acabei de ouvir a confirmação na voz do locutor Felício de Souza que a prefeita não saiu e nem vai sair do cargo de prefeita de Campos.


Felício afirmou que a população ficou de forma "espontânea" acampada no pátio da prefeitura aguardando o andamento dos procedimentos dando todo o apoio à prefeita.


Portanto, como já era esperado, pelo menos por muitos que ouvi, Rosinha não precisa mais chorar e pode voltar ao seu trabalho.


Aproveitando a oportunidade vou lhe enviar um recado: Prefeita, veja se lembra de Santo Eduardo e atenda as nossas reivindicações o quanto antes e aproveite também a fidelidade do vereador de mais ibope na minha localidade e destrave as nossas obras, ok?

Liminar em Ação Cautelar devolve o cargo de prefeita a Rosinha

Com informações do Blog do Roberto Moraes:


O anúncio esta sendo feita pelos partidários de Rosinha na Rádio Campos Difusora e confirmada pelo procurador Francisco Pessanha em seu blog. A página de andamento de processo do TR-RJ ainda não acusa a decisão. Com a confirmação da decisão do TRE-RJ, uma nova sessão de posse será necessária na Câmara Municipal, já que o legislativo é o responsável para dar a posse. A conferir!
Atualizado às 16:44: O jornalista Ricardo André informa em seu blog que Rosinha disse que "a liminar conseguida no TRE tem validade de 30 dias e agradece o apoio que teve nas 48 horas em que esteve acampada na sede do governo".

TRE não aprecia Mandado de Segurança requerido por advogados de Rosinha

Rosinha disse que vai continuar resistinho à decisão da juíza Gracia Cristina do Rosário, que determinou que o presidente da Câmara Municipal, Nelson Nahim (PR), tome posse, o que acontecerá às 15h desta sexta-feira. Segundo Rosinha, ela está com recurso no TRE e no TSE, mas a juíza “mandou” Nelson Nahim tomar posse, “sem esperar a decisão de Brasília e do Rio de Janeiro”. Rosinha voltou a chamar o povo para ir para a sede do Executivo, porque, segundo ela, enquanto houver um último recurso para recorrer “eu não saio de dentro da prefeitura”.

Charge do João do Microfone


O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) não apreciou nesta quinta-feira (29/09), o Mandado de Segurança impetrado pelos advogados da prefeita de Campos Rosinha Garotinho. 
Havia grande expectativa que o Mandado fosse apreciado e que Rosinha pudesse recorrer da decisão da juíza da 100ª Zona Eleitoral no cargo. Não há data prevista para apreciação do Mandado de Segurança.

Nahim: Vou cumprir uma decisão judicial. A prefeita eleita é Rosinha. Não fui eu o eleito pelo povo para a Prefeitura e tenho consciência disso, assim como da outra vez. Se ela conseguir o recurso para retornar a Prefeitura ela vai continuar seu governo. Nesse momento eu fiz o que achei o que é o melhor para a cidade. Eu peço muito para que a Prefeita possa ter serenidade e calma neste momento de sofrimento e sabemos disso. Ela já passou por isso. Mas que Deus possa acalmar os ânimos e que não haja clima de instabilidade do jeito que está.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Redistribuição dos royalties: Campos é a maior bacia e vai perder 80% dos recursos

Em 2011 a previsão é que Campos vai receber R$ 1,4 bilhões dos royalties. Com a mudança, a cidade passaria a receber em torno de R$ 670 mil.



In 360

Repercussões da cassação de Rosinha entre os políticos mais influentes de Campos

Odete Rocha (presidente do diretório municipal do PC do B) — “Nós só temos a lamentar que a população de Campos mais uma vez esteja passando por uma situação como essa, por tudo isso novamente. No entanto, ao mesmo tempo, depositamos plena confiança na justiça, dizendo que, aquilo que estiver certo, que ela julgue certo e o que estiver errado, que tome as providências que tenha que tomar dentro do que determina a lei. Para nós, importa dizer que sempre confiamos na lisura do poder judiciário. Até porque, é a segunda vez que a população campista passa por um momento tão difícil em termos políticos, o que é lamentável para uma cidade tão importante para a região Norte Fluminense”.

Paulo Feijó (deputado federal pelo PR) — “É um absurdo, uma decisão totalmente equivocada. Parece sentença encomendada, uma manobra em função da consolidação do governo Rosinha. As eleições municipais estão praticamente definidas, já que ela não tem adversários à sua altura e ela tem mais de 80% de aprovação do seu governo. O fortalecimento de Rosinha também favorece a candidatura de Garotinho para o governo do Estado em 2014, e vejo que alguns poderosos estäo tentando vencer no tapetão, um absurdo que está envergonhando o Judiciário. Mas sei que há pessoas de bem na justiça brasileira e acredito que essa decisão será alterada nas instâncias superiores”.


Graciete Santana (presidente do diretório municipal do PCB) — “O processo eleitoral em Campos tem se apresentado viciado. Esse tipo de ocorrência precisa acabar. Essa sequência de prefeitos cassados é ruim para a cidade, mas se há ato ilícito a Justiça tem que agir. A mudança pode acontecer através do voto. Esse deve ser o pensamento do campista que no próximo ano volta às urnas”.


Sérgio Mendes (ex-prefeito de Campos e presidente do diretório municipal do PPS) — “Não torço pelo insucesso de ninguém. A instabilidade institucional cria um clima desfavorável para o município. Temos que repensar a forma de fazer política. Que esse momento sirva para reflexão. No próximo ano teremos eleições e a sociedade precisa levar em conta todos esses fatos. Se a Justiça entende que houve abuso na última campanha, que os culpados sejam punidos de forma exemplar”.


Roberto Henriques (deputado estadual pelo PR e pré-candidato à Prefeitura pelo PSD) —“Seria prematuro fazer qualquer tipo de previsão, até porque a prefeita pode conseguir se livrar de mais essa condenação, por meio de algum remédio jurídico de sua defesa. Só o que eu acho, em relação ao governo, é que deve haver continuidade, pois a cidade vai seguir andando e o poder, pelo artigo 37 da Constituição Federal, é impessoal. As pessoas são menos importantes que o poder. O presidente da Câmara assume a Prefeitura e tem que dar contuidade ao governo, se possível melhor, diante do quadro de obras paradas, da sonegação criminosa de medicamentos e exames à população, desse paquiderme que não anda, refém da Câmara Municipal, que é a administração Rosinha. Eu já tinha avisado a prefeita, assim como tinha avisado antes a Mocaiber: é preciso assumir o timão do governo. Só que a gestão de Rosinha funciona sob a tutela de um sujeito oculto: Garotinho. Por conta das intromissões dele no governo, ela hoje padece desse inferno astral, jurídico e administrativo. Foi por conta das intromissões dele na rádio O Diário, da qual ninguém sabe se é locutor, radialista, diretor ou dono, ditando ao seu bel prazer a linha editorial do veículo que, diferente de um jornal, é uma concessão pública, que Rosinha foi cassada pela segunda vez no mesmo processo”.


Rockfeller de Lima (ex-prefeito de Campos) — “Lamento tudo isso. Esses fatos atrapalham a imagem do município, atrapalham inclusive o crescimento econômico. É bom lembrar que essa instabilidade começou na eleição de 2004. Hoje é difícil fazer política em Campos. As denúncias que levaram à cassação da prefeita precisam ser apuradas até o fim. A comunidade, de uma forma geral, aguarda por um desfecho. Campos ajuda a contar a história desse país e não pode viver nesse clima de indefinição”.


João Peixoto (deputado estadual e presidente regional do PSDC) — “Estou numa reunião do diretório do partido em Magé. Para ser sincero, nessas coisas de Justiça, eu não gosto de me meter. Mas lamento o que vem acontecendo na minha cidade, que é minha base eleitoral e onde vivo com minha família, com tantos prefeitos cassados num período tão curto de tempo. Campos é uma cidade hospitaleira, com uma gente trabalhadora e decente, que tem o orçamento municipal bilionário que todos sabemos. Mas é a Justiça que julga. Acho que todas essas cassações deveriam servir para a população avaliar melhor suas opções, quando for votar na eleição para prefeito do ano que vem”.

Folha da Manhã

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Rosinha cassada por juíza de Campos

A juíza da 100ª Zona Eleitoral de Campos, Gracia Cristina Moreira do Rosário, determinou, nesta quarta-feira, dia 28, a cassação dos diplomas da prefeita Rosângela Rosinha Garotinho e do vice Francisco Arthur de Souza Oliveira, que ficam inelegíveis por três anos, a contar da eleição de 2008. Também condenados no processo por abuso de poder econômico em razão de uso indevido de veículo de comunicação social, o deputado federal Anthony Garotinho e os radialistas Fábio Paes, Linda Mara Silva e Patrícia Cordeiro ficam inelegíveis. A sentença deve ser publicada amanhã, dia 29, quando começa a contar os três dias de prazo para recurso ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro.

A Ação de Investigação Judicial Eleitoral foi ajuizada pela Coligação "Coração de Campos" e pelo então adversário de Rosinha Garotinho na disputa à Prefeitura, Arnaldo França Vianna. A juíza Gracia Cristina Moreira entendeu haver provas de que a prefeita e o vice eleitos haviam sido beneficiados por propaganda eleitoral irregular veiculada em meio de comunicação do grupo O Diário. Os radialistas teriam utilizado o espaço concedido por meio dos programas em que atuam ou são dirigidos por Anthony Garotinho para promover a candidatura de Rosinha.

A Câmara de Vereadores de Campos dos Goytacazes já foi comunicada, por ofício, sobre o teor da decisão que cassa a prefeita Rosinha Garotinho. Como as irregularidades ocorreram antes da aprovação da Lei Complementar 135/10, a lei do "ficha limpa", a juíza Gracia Cristina Moreira aplicou o prazo de 3 anos de inelegibilidade, previsto no artigo 22, inciso XIV, da Lei Complementar 64/90.


TRE-RJ

Manifestação em apoio à Rosinha hoje em frente à Câmara de Campos.

A população que apoia a prefeita Rosinha, ou que discorda com a sua possível saída da prefeitura no julgamento que acontece amanhã, como informei abaixo, está convidada a comparecer hoje, às 14 horas, em frente à Câmara Municipal (antigo Forum), na Avenida Alberto Torres.

Segundo informações, Rosinha não aceita a acusação de ter usado a Radio Diário FM como manobra eleitoreira. A prefeita disse que aceita até uma multa, mas a cassação do seu mandato é uma questão de perseguição política, no caso, a ela e também ao seu marido, o deputado Antony Garotinho.

Processo que pode cassar novamente Rosinha deve ser julgado na quinta


A juíza da 100ª ZE de Campos de Goytacazes, Gracia Cristina Moreira do Rosário, vai julgar até quinta-feira, dia 29, o processo que pede a cassação do mandato da prefeita do município, Rosângela Rosinha Garotinho por abuso de poder econômico. Ela teria sido beneficiada por práticas panfletárias da rádio e do jornal do grupo O Diário durante a campanha eleitoral de 2008. O uso indevido de meios de comunicação social também levou a figurar como réus no processo o deputado federal Anthony Garotinho e outros três comunicadores da rádio O Diário. Caso condenados, o deputado e os radialistas Linda Mara da Silva, Patrícia Cordeiro Alves e Everton Fabio Nunes Paes podem ficar inelegíveis.

O casal Garotinho chegou a ser condenado neste mesmo processo em 2010, numa votação apertada, decidida pelo voto de desempate do então presidente, desembargador Nametala Jorge. O casal recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral e o ex-governador Anthony Garotinho pode concorrer a deputado federal naquele ano por força de uma decisão liminar concedida pelo TSE. No julgamento do recurso, o TSE entendeu ter havido supressão de instância, o que ocorre quando o Colegiado do Tribunal julga sem que haja sentença do juiz de primeiro grau.

A ação interposta pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) em 2008 não havia sido acolhida pela 100ª Zona Eleitoral, responsável pelo registro de candidaturas na eleição. Ao julgar o recurso do MPE, o Colegiado do TRE-RJ decidiu que o processo atendia às exigências legais e deveria ser julgado. Em vez de devolver a ação à 100ª ZE para o julgamento em primeira instância, porém, os sete magistrados que compõem a Corte entenderam, por maioria, que era possível aplicar o "princípio da causa madura", quando se considera que o processo reúne todas as condições para ser imediatamente julgado. Ao ser examinada no TSE, a sentença foi anulada e o processo reenviado para ser julgado em primeira instância.

TRE-RJ

Um mês após AVC, R. Gomes já anda e fala normalmente; médico prevê recuperação 100%

Em cerca de trinta dias, muita coisa mudou no Vasco. O time se tornou líder isolado do Campeonato Brasileiro, teve três jogadores convocados para a seleção e vive uma das melhores fases de sua história recente. Entretanto, a maior vitória nestas últimas semanas está fora das quatro linhas. Um mês após o AVC hemorrágico que o deixou entre a vida e a morte, o técnico Ricardo Gomes superou todas as expectativas médicas e já está andando e falando normalmente com as pessoas que o cercam.

"O Ricardo já está falando tudo de uma maneira bem normal. Conversa, interage, raciocina muito bem. Ele também já está andando. Ainda que não fique de pé sozinho, já se movimenta bem com a ajuda das pessoas", afirmou Fábio Miranda, clínico-intensivista responsável pelo CTI do hospital Pasteur, onde Gomes ficou três semanas internado.
Animado com o quadro após um mês do fatídico dica, o médico que acompanha o treinador quase que diariamente ainda ressaltou que a recuperação de Ricardo beira o inacreditável e surpreende a cada dia que passa.
"Ele continua melhorando de uma maneira muito surpreendente, bem acima do esperado. Lembro que a nossa primeira preocupação naquele dia era mantê-lo vivo, e conseguimos bem. Depois, nos preocupamos com as sequelas, o que já está praticamente superado. Agora, depois de um mês, nos resta apenas aguardar para que esse processo termine. Acredito muito que teremos uma recuperação 100%, completa, sem qualquer dano futuro ao paciente", ressaltou Fábio Miranda, em contato com a reportagem do UOL Esporte.
Apesar de evitar qualquer previsão sobre datas, o médico ainda garante que um possível retorno de Ricardo Gomes aos trabalhos depende apenas da vontade do técnico. "Não temos que dar datas, até porque essa recuperação não é uma ciência exata, mas garanto que a volta aos campos depende única e exclusivamente da vontade dele. Se ele quisesse, poderia até estar lá, na cadeira de rodas, mas não temos para que fazer essa exposição", salientou o clínico, acrescentando que Ricardo não deixa de acompanhar um jogo do Vasco.
"Ele está sempre querendo saber, assiste aos jogos, converse sobre os detalhes táticos do time. Comemora as vitórias, a boas fase, a liderança. E isso é uma coisa que tem feito bem até para a recuperação dele", encerrou Fábio Miranda.
Personagem central da campanha do Vasco no Campeonato Brasileiro, Ricardo Gomes é a grande fonte de inspiração do time que lidera a competição. Comovidos pela luta do treinador, os jogadores fizeram um pacto pela vitória e não cansam de repetir o discurso de que o grade sonho de todos é entregar a taça de campeão nacional para que o mesmo possa levantar.
Uol Esportes

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Antiga Estação Ferroviária de Santo Eduardo: abandono e incertezas


Inaugurada na época que Dom Pedro II ainda era Imperador, em 1879, portanto na época da Monarquia, a Estação Ferroviária de Santo Eduardo, com arquitetura inspirada nas estações inglesas, vive dias de abandono e de algumas interrogações.
Segundo informações obtidas junto ao blog da Secretaria de Cultura de Campos, que é presidida pelo Jornalista Orávio de Campos Soares, o antigo projeto de adequação desta e de outras estações para centros de cultura continua valendo. Na proposta, caberá ao município a reforma dos espaços, obedecendo a sua arquitetura original, e a instalação de uma biblioteca, sala de estudos, auditório para espetáculos teatrais e sala de audiovisual, para aulas de música e trabalhos manuais, como já acontece em Conselheiro Josino e em Goytacazes.

Vale lembrar a todos que o projeto é antigo, inclusive, quando o xará e saudoso Lenilson Chaves fez parte do governo de Campos, nos anos 90, a proposta de adequação do espaço para este fim foi levado ao conhecimento público e anunciado numa festa de Santo Eduardo, mas não saiu do papel até hoje.O que verificamos mesmo é o abandono do prédio ficar evidente, como a falta de iluminação e o péssimo estado de conservação do telhado.

A Ferrovia Centro Atlântica é a responsável pela estação, mas não faz nenhuma manutenção atualmente no prédio histórico e a prefeitura de Campos também ainda não conseguiu, no que parece, se empenhar para a solução deste impasse. Resultado: mais uma frustração para a população de Santo Eduardo, que vê a cada dia o nosso mais interessante e imponente monumento  se acabando.

Obs: tentei um contato com a secretaria de cultura de Campos para obter maiores informações sobre como está o caso das estações, mas a responsável pelo assunto não se encontrava no local. Tentarei amanhã novamente um contato.

Festa de Espírito Santinho: confira a programação


 
Sexta-Feira – 30/09
22:00 hs – Abertura da Festa e das Barracas com Show de Forró
 
Sábado – 01/10
14:00 hs – Futebol veterano (BRASIL x VISITANTE)
20:00 hs – Apresentação da Banda de Tambores E. M. Santa Maria
22:00 hs – Show com a Banda Conexão 3
Banda Conexão 3
00:30 hs – Show com a Banda Sabor de Beijo
Sabor de Beijo

 
Domingo – 02/10
06:00 hs – Alvorada
09:00 hs – Corrida Rústica Mirim (10 a 13 anos)
10:00 hs – Futebol Infantil (Projeto Recriando x Goytacazes)
13:00 hs – Futebol Adulto (Campeonato Regional)
14:00 hs – Show de Pagode (ArtSamba)
16:00 hs – Gincana
19:00 hs – Show com Adilson e Paulinho
Adilson e Paulinho

22:00 hs – Show com o Grupo Dibobeira
Grupo Dibobeira

 
 

Acidente no trevo da BR-101 deixa 1 morto e três feridos

Um grave acidente envolvendo dois caminhões e duas carretas matou uma pessoa e deixou outras três com ferimentos no km 13 da Rodovia BR-101, trecho Campos/Vitória, próximo à entrada de acesso ao distrito de Santa Maria, em Campos. A tragédia aconteceu no final da noite desta segunda-feira (26). A BR-101 ficou mais de duas horas totalmente fechada, sendo liberada às 2h no sistema siga/pare.

Campos 24 horas

Lula recebe título de doutor "honoris causa" pela sétima vez nesta terça

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se tornará nesta terça-feira (27), às 13h30 (horário de Brasília), o primeiro latinoamericano a receber o título de doutor "honoris causa" pelo Instituto de Estudos Políticos de Paris.
O instituto, conhecido como "Sciences Po", foi fundado em 1871 e premiou apenas 16 personalidades desde então. A homenagem será entregue na capital francesa. Desde que deixou a Presidência da República, Lula já recebeu, de outras instituições, seis vezes o título.
Nesta segunda-feira (26), Lula foi recebido com honras de chefe de Estado pela guarda republicana francesa. O presidente do país, Nicolas Sarkozy, o recebeu na porta do palácio do Eliseu.

"Durante seu mandato, Lula iniciou vários programas sociais inovadores, promoveu o desenvolvimento econômico de seu país e deu ao Brasil um papel expressivo no cenário internacional", destacou o "Sciences Po" em comunicado.

O encarregado de fazer o discurso de nomeação do ex-presidente brasileiro será Jean-Claude Casanova, que além de ser membro do "Scienses Po", dirige a Fundação Nacional de Ciências Políticas da França.

Lula considerou que "esta recompensa, mais do que um sinal de reconhecimento pessoal, é uma homenagem ao povo brasileiro, que durante os últimos oito anos fez de forma pacífica e democrática uma verdadeira revolução econômica e social".

Em Salvador, onde o ex-presidente foi homenageado na semana passada pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), a chegada de Lula foi tumultuada com protestos de cerca de cem estudantes ligados ao Diretório Central da UFBA. Eles cobravam que o montante a ser obrigatoriamente investido em educação no país deveria subir para 10% do Produto Interno Bruto (PIB).

*Com informações da agência EFE

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Papa diz que católicos não podem aceitar casamento gay

O papa Bento 16 disse  na Alemanha que a Igreja Católica não pode aceitar o casamento gay e também fez um chamado aos jovens para que erradiquem o mal da sociedade e se afastem de uma fé indiferente que prejudica a Igreja.
O papa, de 84 anos, encerrou o terceiro dia de visitas à sua terra natal com uma concentração de mais de 30 mil jovens em uma área aberta ao sul da cidade de Freiburg, uma região católica onde teve a recepção mais calorosa até agora na viagem ao país.
"O mundo em que vivemos, apesar de seu progresso tecnológico, não parece estar ficando melhor", disse ele aos jovens. "Há ainda guerra e terror, fome e doença, amarga pobreza e opressão sem misericórdia."
O papa fez um apelo para que eles erradiquem todas as formas do mal na sociedade e não sejam "cristãos indiferentes", ao dizer que a falta de comprometimento com a fé fez mais estragos à Igreja do que seus inimigos jurados.
Os jovens na multidão demonstravam entusiasmo enquanto ele falava. "Nestes dias, a Igreja é apresentada pela mídia de modo muito negativo, por isso é importante que nós, jovens, vejamos que também podemos estar orgulhosos da Igreja, e que a própria Igreja não é ruim, mesmo que algumas pessoas tenham causado decepções", Kathrin Doerr, de 26 anos, que participou da concentração de fiéis.
Antes, em uma reunião com líderes cristãos ortodoxos, Bento 16 falou contra o aborto, eutanásia e casamento gay.
"Nós, como cristãos, atribuímos grande importância à defesa da integridade e singularidade do casamento entre um homem e uma mulher de qualquer tipo de interpretação errônea."
COMUNISMO e FÉ
No penúltimo dia de sua viagem à Alemanha, o papa transpôs as divisões geográficas e religiosas do país, enaltecendo os fiéis por resistirem ao efeito da "chuva ácida" do comunismo na antiga Alemanha Oriental e se dirigindo a entusiasmadas multidões de católicos no oeste alemão.
Numa missa na praça medieval na cidade de Erfurt, onde apenas cerca de 7 por cento da população é católica, ele elogiou os alemães do leste que permaneceram leais à Igreja durante os opressivos anos do nazismo e, depois, do comunismo.
Cerca de duas horas antes da missa matinal em Erfurt, um homem disparou para o ar em um posto de triagem que fazia parte do esquema de segurança na cidade, em um aparente protesto contra as medidas rígidas de controle dos participantes, disse a polícia. O Vaticano informou que o papa não esteve em nenhum momento em perigo.
Na sexta-feira, Bento 16 manteve um encontro-surpresa com vítimas de abusos sexuais por parte de padres, em Erfurt. Autoridades eclesiásticas disseram neste sábado que estiveram presentes três homens e duas mulheres, escolhidos entre muitas vítimas da Alemanha que haviam pedido para se encontrar com o papa.
Cerca de 700 alemães entraram com ações na Justiça pedindo indenização por abusos de padres e outros integrantes dos quadros da Igreja. Um número recorde de 181 mil alemães deixou a Igreja Católica em 2010, muitos em protesto pelo escândalo dos abusos sexuais. (Por Philip Pullella e Sarah Marsh)
Reuters

domingo, 25 de setembro de 2011

Comparando as fotos, uma constatação: pouca coisa mudou por aqui!

Na foto acima, a Praça Nilo Peçanha no início dos anos 70 e abaixo, nos 40.
Área Central de Santo Eduardo, Setembro de 2011.

Aliás, a praça antigamente parecia estar mais bem cuidada e o casario também, reparem.

Santo Eduardo, na sua área central, vive dias de abandono e de desprezo das autoridades, é isso que estamos constatando.

Acorda população!!! Precisamos reagir enquanto há tempo!

Veteranos do Santo Eduardo FC ainda tentam se manter em forma

No tradicional campinho do Sr. Almin, os "peladeiros" se reúnem a mais 30 anos nos domingos.
Numa manhã de Domingo, passeando pelas ruas de Santo Eduardo, o flagrante de uma cena: nada mais, nada menos que os ainda animados e já "pré-coroas" na mais tradicional manifestação futebolística do distrito; a pelada do campo do Sr. Almin Ignácio, que acontece praticamente todos os domingos. Confira e reconheça os nossos atletas de final de semana clicando na foto abaixo:

Não há barriga de cerveja que resista a tamanho empenho.

sábado, 24 de setembro de 2011

Ompetro e Governo se reúnem em Macaé para discutir partilha dos royalties

Na reunião, a Ompetro e o Governo do Rio traçaram estratégias para evitar a divisão dos royalties para todos os estados.


Em Macaé, um encontro reuniu nesta sexta-feira (23) a Organização dos Municípios Produtores de Petróleo (Ompetro) e o Governo do Rio de Janeiro. No encontro, prefeitos dos municípios produtores de petróleo e o governo traçaram as estratégias para evitar a derrubada do veto do ex-presidente Lula à emenda que divide os royalties entre todos os estados.

A votação no congresso está marcada para o dia 5 de outubro. Se o projeto de partilha for aprovado, o Governo do Rio pode levar o caso ao Supremo Tribunal Federal. Para os prefeitos, esse dinheiro é uma recompensa aos impactos causados pela exploração dos recursos naturais.

Pela nova proposta do Governo Federal, os municípios terão a sua participação nos royalties reduzida gradativamente até 2020. Dos atuais 26,25%, o percentual passaria para 6%. Com a diminuição, o prefeito de Macaé diz que o município deixaria de arrecadar mais de R$ 100 milhões por ano.





in360

Manifestação a favor da manutenção dos Royalties: Recados ríspidos e ato com jeito de manifestação política


Um final de tarde com recados para a presidenta Dilma, para o ex-presidente Lula, para alguns deputados, para o Ministro Édson Lobão e, principalmente, de ataques ao Governador Sérgio Cabral.

Antes de mais nada, vou dizer o que penso sobre a manutenção dos Royaties antes que os cabos eleitorais da prefeita, que por sinal eram a maioria  na Praça São Salvador, comecem a ficar bravos: não sou a favor que retirem bruscamente um direito pré-estabelecido de nenhum lugar, e sendo esse lugar o município onde resido, pior ainda. A discussão do Pré-sal é outra questão, muito mais complexa e que precisa de outra atenção, de outra visão, muito mais ampla, muito mais complexa e, com certeza, na minha opinião, o tema terá que ser discutido ao decorrer do tempo, conforme a exploração efetiva dos novos campos já tiver a todo vapor, é assim que eu penso. Retirar o que já é de direito de Campos e de outros municípios não é aceitável de maneira nenhuma, mas acredito que políticos de outras partes do Brasil estão vendo que toda essa quantia que é destinada para nós não está sendo totalmente revertida em benefício da nossa população, como a prefeita Rosinha insiste em dizer e como outros prefeitos anteriores a ela sempre sempre disseram. O que vemos é que existem algumas ações que beneficiam o povo mais pobre sim, como a passagem de 1 Real, o cheque cidadão, mas que têm mais jeito de obra eleitoreira do qualquer outra coisa. E tem mais, em Campos a velha mania de lançarem projetos com valores faraônicos,  como é o caso do Sambódromo, que foi orçado em quase 70 milhões de reais e desta mesma praça, a São Salvador, que na época do governo Arnaldo foi anunciada por 46 milhões de reais, continuam a chamar a atenção de outros lugares que tem recursos muito menores mas que conseguem erguer várias obras, com porte semelhante a essas mas com um custo aos cofres públicos muito menor. Aliás, nem que sejam pra fazer a mesma coisa, os outros prefeitos e governadores querem também colocar a mão nesta grana, isso que é a verdade e é isso que incomoda tanto os políticos desta cidade.

Campos continua suja, esburacada, mal cuidada e com vários problemas estruturais, e parece que nada faz mudar essa realidade, nem toda essa grana, é isso que observo e ouço falar por aí afora, e principalmente, ouço falar essas coisas de quem não é daqui, que diz que toda a vez que visita a cidade vê o progresso chegando sim, mas que a cidade continua muito mal cuidada.

A presidenta Dilma vai ter que vetar, disseram eles, num tom de ameaça!
Vamos ver as cenas do próximo capítulo, torcendo para que o bom senso prevaleça e que menos recursos sejam retirados de Campos.
No palanque, políticos de todas as esferas, partidos em solidariedade à causa dos royalties.
Praça com público muito menor que o ato anterior, que aconteceu em Março de 2010.

No ano passado, muito mais gente compareceu ao evento.

Faixa do SEPE Campos, pedindo transparência na aplicação dos Royalties.,

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Ponto facultativo nesta sexta a partir das 15h em Campos

Em função da grande mobilização que ocorrerá no Centro de Campos na tarde desta sexta-feira (23), a partir das 16h, em defesa dos royalties do petróleo, a Prefeita Rosinha Garotinho decretou ponto facultativo, por considerar o direito dos servidores manifestarem sua cidadania participando do ato, que é um protesto contra a divisão dos royalties dos municípios produtores para os municípios e estados não produtores de todo o Brasil. A grande mobilização é organizada pela sociedade civil organizada por considerar injusta e inconstitucional a proposta que tramita no Congresso Nacional e que prejudicará a todos moradores de Campos e municípios do Norte Fluminense.
  
O ponto facultativo está regulamentado através do Decreto número 556/2011, e no artigo primeiro estabelece o ponto facultativo dos servidores nas repartições públicas da municipalidade nesta sexta-feira (23), a partir das 15h. O decreto faz ressalva no artigo segundo quanto aos serviços essenciais, inclusive os atendimentos e plantões médico-hospitalares, que funcionarão normalmente, sem interrupções durante o ponto facultativo.
   
O secretário de Governo, Geraldo Pudim, destaca que, “embora o ponto facultativo tenha efeito no âmbito das secretarias, fundações e autarquias municipais, os dirigentes de entidades da sociedade civil organizada, que integram o Comudes (Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável) aderiram ao movimento e decidiram que tanto o comércio e a indústria vão liberar os funcionários para que também possam exercer o direito de cidadania ao comparecer a mobilização na Praça São Salvador, no Centro de Campos”, observou. Também haverá ônibus para atender à população, gratuitamente

Itaperuna: 4ª Parada Gay neste Domingo


 A ONG Grupo Unidos Pela Vida de Itaperuna, promove neste sábado (24) e domingo (25), eventos destinados ao público LGBT da região noroeste do Estado. 
Confira a programação:

4ª FESTA PRE-PARADA LGBT LOCAL: ITAPERUNA TÊNIS CLUBE – CENTRO – ITAPERUNA
HORÁRIO: 23 HORAS
INGRESSOS: R$ 15,00 REAIS
SHOWS: DJ ROBSON ABREU, ANANDHYA SPENCER, MISS SASHA VEGAS, GOGO BOY JUAN, GOGO BOY LÉO MATT .

4ª PARADA LGBT DO NOROESTE FLUMINENSE
DIA: 25/09
CONCENTRAÇÃO: EM FRENTE AO GINÁSIO POLIESPORTIVO
HORÁRIO: 14 HORAS
ATRAÇÕES: TRIO ELÉTRICO, AUTORIDADES, DEEJAYS E PERSONALIDADES DO NOROESTE FLUMINENSE




Notícia G

Justiça suspende cobrança de aumento de IPI para importadora de veículos no Espírito Santo

A Justiça Federal no Espírito Santo concedeu a primeira liminar do país favorável a uma importadora de veículos chineses suspendendo a cobrança dos 30% de aumento no Imposto sobre Produto Industrializado (IPI), definido pelo governo Federal na última semana. A decisão do juiz federal Alexandre Miguel impede a cobrança do reajuste à Venko Motors do Brasil, com base em emenda constitucional que garante 90 dias de manutenção da alíquota antiga após a publicação do decreto.

A Venko Motors, responsável pela importação de veículos da montadora chinesa Chery, com atuação no Espírito Santo, entrou na Justiça com um mandado de segurança contestando a medida do governo brasileiro de estabalecer aumento de 13% para 43% no IPI para montadoras estrangeiras, alegando proteção à indústria nacional.

A decisão anunciada pelo Ministro da Fazenda, Guido Mantega, no dia 14 de setembro, foi interpretada pela Justiça Federal como inconstitucional, por possuir efeitos imediatos. A partir dela, o aumento na alíquota será cobrado em 60 dias e as empresas automotivas instaladas no país têm 45 dias para provar que atendem a novas regras para não pagar o IPI maior.

A emenda constitucional número 42, de dezembro de 2003, determina a cobrança do aumento de impostos somente após 90 dias da publicação do decreto. A decisão liminar não serve de precedente para outras regiões.

As montadoras chinesas e coreanas foram as mais impactadas com o aumento do imposto. Os modelos com pelo menos 65% de composição brasileira e cujas fabricantes cumprem determinações exigidas pelo Brasil não sofreram a elevação de 30% no IPI.

A Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotoras (Abeiva) afirmou que cabe somente às importadoras decidir sobre a mobilização junto à Justiça para suspensão do aumento. A Abeiva informou ainda que vai seguir mantendo diálogo com o governo Federal para que o decreto seja revisto.



Rádio CBN - Vitória

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Câmara aprova e Campos terá oito vereadores a mais nas eleições de 2012

Com o aumento de 17 para 25 no número de vereadores da cidade, uma despesa extra de R$ 936 mil será gerada apenas com pagamento de salários

A partir de 2013, Campos terá 25 vereadores. O aumento no número de cadeiras no Legislativo foi aprovado na noite de terça-feira (20) por unanimidade na Câmara de Vereadores. Já no ano que vem, o eleitor da cidade vai eleger mais oito vereadores. Atualmente, o maior município do interior do estado, com 463 mil habitantes, tem 17 representantes no Legislativo.


O aumento de cadeiras na casa vai gerar uma despesa salgada para os cofres públicos. Atualmente, cada vereador recebe quase R$ 9 mil por mês. Só de salários, a folha fica em torno de R$ 1,98 milhão ao ano. Com a mudança, a Câmara de Vereadores vai gastar mais R$ 936 mil por ano. Uma despesa total aproximada em R$ 2,92 milhões por ano com pagamento de pessoal. Isso sem contar a verba para gabinete e a contratação de assessores. Hoje, em média, cada parlamentar tem quatro assessores.



Diferente da decisão dos vereadores que aprovaram o aumento no número de vagas, pelas ruas ninguém foi a favor da novidade. E o que aconteceu na terça (20) pode não ser nenhuma surpresa se voltarmos no tempo. No inicio de maio foi entregue a reforma da Câmara. Na inauguração da obra, um detalhe chamou a atenção: a casa já estava preparada para receber exatamente mais oito vereadores.




Na época, os vereadores evitaram falar se eram a favor ou contra o aumento no número de cadeiras. Na entrega da reforma teve até festa. Todos os gabinetes foram reformados e oito novos foram planejados e também entregues, mesmo para ficarem vazios. Os banheiros, a cozinha e até a sala de imprensa ganharam retoques especiais. Tudo vigiado por um sistema de segurança com câmeras. A despesa foi de R$ 1,2 milhão no total. Para o cientista político Renato Barreto, toda a gastança do Legislativo não se justifica.


O Congresso Nacional redefiniu em 2009 o número máximo de vereadores para as cidades, de acordo com o número de habitantes. As Câmaras podem mudar a Lei Orgânica do município e ampliar as vagas para a eleição 2012. Isso é válido, desde que faça a alteração até outubro deste ano.


Enquanto os municípios de Campos e de Petrópolis aumentaram o número de vereadores, em Macaé a situação é contrária. A Câmara de Vereadores de Macaé aprovou a diminuição.

in360

Denúncia: nudez à meia-noite em plena praça Nilo Peçanha, em Santo Eduardo, chama a atenção de estudantes.



Enquanto uns chegam da Faculdade, outros procuram outros afazeres em Santo Eduardo. Vou explicar: recebi uma denúncia às 00:36 desta quarta-feira de uma pessoa que acabara de chegar da cidade, no ônibus dos estudantes. Leia o recado e tirem as suas conclusões:
aki, perdeu uma manchete agorinha!!







E aí, Lenilson, tudo bem?
Cheguei da faculdade e tinha uma turminha, acredito eu, que estavam todos muito drogados, sendo que um deles estava peladão em plena praça,
e um só de cueca.





O que acham?


Bom, antes de mais nada, é bom que todos saibam que a guarita da Praça Nilo Peçanha está sem luz, o que facilita, em muito as coisas para os exibicionistas de plantão.



Que coisa, hein?


A diferença é básica e bem clara: uns procuram se lançar numa proposta para um futuro de sucesso, e outros no  caminho da derrota.

Escrevendo a história


Ser campeão requer um número X de pontos e só. Nos pontos corridos, onde a emoção é homeopática, é bem comum você ter um campeão sem uma grande história pra contar. Não me deixa mentir o São Paulo, no melhor estilo Imperatriz Leopoldinense da década de 90, onde ganhava e ninguém lembrava.
Nos pontos corridos, basta “errar pouco”. E aí mora a burrice, pois no futebol o importante é acertar mais, ousar mais, brilhar mais. É isso que garante uma grande história pra contar. E é isso que não sugere os pontos corridos.
Como sempre digo, campeão ganha do vice. E se não ganha, não é um grande campeão.
Fazer história neste tipo de campeonato é um tanto quanto complicado. Sem “o jogo”, “o gol”, “o gol do titulo”, a historia fica pobre.
Mas eis que surge um candidato a mudar tudo isso em 2011. Não por ser dono de um futebol espetacular, pois não é. Mas por ser candidato a protagonista de uma história sem precedentes.
Campeão da Copa do Brasil que joga o Brasileirão levando a sério. Algo raro, incomum, coisa de gente grande.
Time que, com vaga na Libertadores, segue pensando em título e não faz uso do discurso nojento de “pensar no ano que vem”, como se a Libertadores anulasse o Brasileirão.
Time de um zagueiro diferente. Time de um volante diferente. Time que ressuscita um craque no meio, que resgata seu passado recente com Felipe e Juninho.
Time em paz com a torcida, se livrando de uma imagem nojenta que carregou por anos e anos através de seu ex-presidente.
O Vasco odiado por todo país vai virando, aos poucos, o Vasco rival de todos. E só.
Do técnico rejeitado que virou celebridade. Do técnico que, em campo, em imagem forte e que marcará a história do futebol, sofreu um AVC e quase nos deixou.
Da campanha que atingiu rivais e vascaínos, unidos na corrente pela vida de Ricardo.
Da desconfiança do time “sem comando” as vitórias que o colocaram na liderança.
Do interino que segue a linha do professor, que nem sabe se volta a trabalhar.
De todas as histórias possíveis de um campeão em 2011, nenhuma é tão rica quanto a do Vasco.
Faltam algumas rodadas, a liderança hoje não diz nada. Mas se há uma história pra ser contada neste brasileirão até aqui, é a do Vasco.
E se essa história será ” a historia do campeão” ou não, só tempo dirá.
abs,
Blog do RicaPerrone 

Dois meses após a data prometida, centro de eventos de Campos ainda está em obra

O Cepop da cidade irá abrigar grandes eventos; a inauguração já foi anunciada diversas vezes, mas a obra ainda está em fase de acabamento.


Junho: Este era o prazo da prefeitura de Campos para concluir a construção do centro de eventos da cidade. O espaço, que começou a ser construído no ano passado, deverá receber shows e até mesmo o desfile das escolas de samba, mas dois meses depois da data prometida, as obras ainda não estão prontas.


São vários serviços em fase final de acabamento.O espaço vai abrigar grandes eventos. Na arquibancada cabem até 10.500 pessoas. O estacionamento tem capacidade para 520 veículos. Segundo a prefeitura, este será o  maior centro de eventos da região, totalmente adaptado para receber as festas da cidade. Valor investido: R$ 68 milhões.


As obras do Cepop começaram em junho do ano passado. O prazo inicial de execução dessa obra chegou a ser de 150 dias. A própria prefeitura anunciou diversas vezes a inauguração do centro de eventos. Acontece que pouco mais de um ano se passou e, mesmo em fase de acabamento, tem muito trabalho por aqui.


No site da prefeitura, ainda é possível encontrar as matérias sobre a inauguração do Cepop. A entrega das obras foi anunciada pela prefeita para junho deste ano. A abertura dos portões ao público foi adiada para agosto, com programação oficial. Só que já é final de setembro, e  ainda falta a construção do palco principal.


O secretário de Obras César Romemo explicou o motivo dos atrasos e agora, adiou para dezembro, a data de inauguração. Confira no video.

 



In360

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Celulares: Campos tem o maior número de linhas por habitantes do RJ. Enquanto isso, Santo Eduardo e Santa Maria permanecem sem atendimento das Operadoras.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou ontem (19/09) o número de novas habilitações de linhas de celular no Brasil nos primeiros oito meses do ano. O total de linhas chegou a 224 milhões em agosto.

No Estado do Rio, Campos tem o maior número de linhas por habitantes, são 130,42 para cada grupo de 100 habitantes, deixando a cidade em 12º lugar no ranking nacional. Pra se ter uma idéia de o quanto este número é alto, a cidade do Rio de Janeiro está em 17º lugar com 126,4 aparelhos para cada grupo de 100 habitantes.



Enquanto isso, no extremo norte do município de Campos continuamos sem atendimento de nenhuma das quatro Operadoras de telefonia celular. E o mais triste, percebemos que não temos nenhum político da região que entre nessa briga para nos ajudar a solucionar esta vergonha. 


A pergunta é antiga, mas vou repetir: Por que será que Santo Eduardo, Santa Maria e toda a nossa região não consegue resolver essa questão?

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Dilma reafirma em Nova York que saúde da mulher é prioridade de seu governo

Ao discursar pela primeira vez na viagem que faz esta semana a Nova York, a presidenta Dilma Rousseff disse hoje (19) que a saúde da mulher é prioridade de seu governo. Acrescentou que está fortemente empenhada na redução de problemas que afetam esse segmento da população, como o câncer de mama e o de colo de útero, além da mortalidade infantil.
Ela citou medidas que estão sendo adotadas para reduzir esses problemas. “Estamos facilitando o acesso aos exames preventivos, melhorando a qualidade das mamografias e ampliando o tratamento para as vítimas de câncer”, disse em discurso na Reunião de Alto Nível sobre Doenças Crônicas Não Transmissíveis, da Organização da Nações Unidas (ONU), em Nova York.
Dilma ressaltou que a defesa do acesso a medicamentos e a promoção e prevenção à saúde devem caminhar juntas. Ela citou dados que mostram que no Brasil 72% das causas não violentas de óbito entre pessoas com menos de 70 anos ocorrem em função das chamadas crônicas não transmissíveis, como hipertensão, diabetes e câncer. Lembrou que uma das primeira medidas de seu governo foi garantir o acesso gratuito a medicamentos para diabetes e hipertensão.
“O Brasil defende o acesso aos medicamentos como parte do direito humano à saúde. Sabemos que é elemento estratégico para a inclusão social, a busca da equidade e o fortalecimento dos sistemas públicos de saúde”, explicou.
A presidenta ressaltou que o Brasil está intensificando o combate aos fatores de risco com maior influência no aparecimento das doenças crônicas não transmissíveis como o tabagismo, o uso abusivo de álcool, a inatividade física e a alimentação não saudável. “Outra iniciativa do meu governo foi a assinatura de acordos com a indústria alimentar para a eliminação das gorduras trans e a redução do sódio. Queremos avançar ainda mais no combate ao tabagismo, com a implementação plena dos artigos da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco”.
Dilma disse esperar que as discussões na ONU produzam passos decisivos na redução das doenças crônicas não transmissíveis, sobretudo entre a parcela mais pobre da população. “A incidência desproporcional dessas doenças entre os mais pobres demonstra a necessidade de repostas integrais aos nossos problemas. É fundamental que haja coordenação entre as políticas de saúde e aquelas destinadas a lidar com os determinantes socioeconômicos dessas enfermidades”, concluiu.
Na parte da tarde, Dilma se reúne com Michelle Bachellet, ex-presidenta do Chile e chefe da agência da Organização das Nações Unidas para a Mulher. Em pauta, os esforços conjuntos que podem ser desenvolvidos para incentivar a participação das mulheres em ações políticas e institucionais no mundo.
Edição: Graça Adjuto Agência Brasil

Vídeo: idosa paulistana mostra toda sua ira contra deficiente



Diferencie o resfriado da gripe para sarar depressa

Basta o friozinho chegar para que comecem as complicações respiratórias. Há pouca chuva, a temperatura muda bruscamente, o calor que aparece na hora do almoço se esconde durante a noite e a poluição aumenta nos centros urbanos. As condições não poderiam ser melhores para o surgimento da gripe e do resfriado.

 

Os sintomas mudam, assim como o melhor tratamento para cada doença


Muitas vezes confundidas, as duas doenças são bastante diferentes nos sintomas. O resfriado é mais comum, causando vermelhidão nos olhos e coriza, seguidos de uma febre não muito elevada (que dura entre 48 e 72 horas). O ciclo viral costuma durar de três a cinco dias.

"A gripe, por sua vez, causa febres mais altas acompanhadas de dores no corpo. É mais grave do que o resfriado por poder levar à pneumonia ou a um quadro bacteriano mais grave", afirma a pneumopediatra do Hospital San Paolo, Simone Aguiar.

Tratamento
Alimentação, hidratação e higiene nasal conseguem resultado diante de um resfriado. Contra a gripe há a vacina, que pode ser aplicada em crianças a partir dos seis meses e medicamentos que baixam a febre, aliviam as dores espalhadas pelo corpo e diminuem a congestão nasal. "Além desses métodos, é fundamental o acompanhamento médico para que não haja o avanço destas doenças", salienta Simone Aguiar.

Minha Vida