segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Saiu a programação do Carnaval de Santa Maria de Campos

Mesmo sem ajuda oficial das autoridades, a turma mais animada da região promete fazer mais um Carnaval cheio de atrações, alegria e irreverência. Toda região está convidada a comparecer nestes dias de folia em Santa Maria de Campos para se divertir com os amigos.

A programação está aí. Confira:


Nenhum texto alternativo automático disponível.

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Santo Eduardo: reforço da vacinação contra Febre Amarela imuniza aproximadamente 570 pessoas

Um bom número de pessoas compareceram neste domingo em Santo Eduardo para se vacinar contra a Febre Amarela.


O reforço na Campanha de Vacinação contra a Febre Amarela aconteceu neste sábado (18) e domingo (19) em Santo Eduardo e atendeu várias pessoas do distrito e também de outras localidades próximas, como Santa Maria, Usina Santa Maria, Espírito Santinho, Morro do Coco, entre outros locais.



Menina recebe a vacina sem reclamar. 


Equipe de plantão no Hospital de Santo Eduardo, Jorge Nogueira, o plantonista Dr. Bruno  Almeida e o Gerente Clínico da Unidade, Dr. Bruno Rios Calil deram todo suporte à equipe que veio de Campos para imunizar a população.
Segundo informações colhidas com a equipe da Secretaria de Saúde de Campos que esteve de plantão nestes dois dias no Hospital de Santo Eduardo a campanha atingiu, enfim, o número próximo ao desejado de pessoas imunizadas, já que algumas também não puderam se vacinar no distrito na primeira semana de Fevereiro, principalmente pelo fato de muitos residirem em áreas rurais e algumas pessoas estarem trabalhando durante os dias da semana naquela ocasião.


 5000 doses da vacina foram disponibilizadas para Santo Eduardo nesta campanha.

A campanha chegou ao final às 15 horas deste domingo e o total de imunizados no distrito chegou ao número de cerca de 2.360 pessoas.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Febre Amarela: vacinação em Santo Eduardo novamente neste sábado e domingo.

Imagem relacionada

De acordo com informação passada pelo Hospital de Santo Eduardo haverá neste Sábado (18) e Domingo (19) no período entre 09:00 e 15:00 horas, mais uma oportunidade para os moradores do distrito que não se vacinaram contra a Febre Amarela virem se imunizar. 

A iniciativa da Secretaria de Saúde de voltar a Santo Eduardo foi baseada no número não tão relevante de pessoas que tomaram a vacina durante a campanha que aconteceu há duas semanas atrás no distrito (1796 pessoas).

A oportunidade é essa para quem não se imunizou vir a Santo Eduardo se vacinar. 
Inclusive, vale ressaltar, que a informação é que todos da região que estejam dentro da faixa etária (09 meses a 60 anos) possam também comparecer para serem imunizados.

Boa!

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Ponte do Itabapoana: Posto de Combustíveis amanhece com porta arrombada

A onda de assaltos continua a assolar todo o Estado do Espírito Santo e, como não poderia de ser diferente, o interior também vem sofrendo com ocorrências de furtos, assaltos e arrombamentos de pontos comerciais. Nesta manhã de segunda-feira (13), o Posto de Combustíveis de Ponte de Itabapoana, distrito de Mimoso do Sul, amanheceu com uma porta arrombada, deixando claro para quem passava pelo local que a falta de segurança está, cada vez mais, assustando a toda população do distrito que já vinha constantemente sendo atingido pela inoperância da Polícia Militar do Estado que deixa a localidade, há tempos sem guarnição.

Colhi uma informação com um funcionário do posto de que um veículo Nissan, de cor branca, chegou ao local com 3 elementos encapuzados, por volta das 06:20 da manhã. Os bandidos amarraram correntes na grade de proteção da porta do escritório ao carro e a puxaram, arrastando, além da porta , também o cofre do estabelecimento.

Realmente, tudo isso é vergonhoso e revoltante!



Fotos e vídeo capturadas por clientes do posto que estiveram no local pela manhã:


Porta amanhece arrombada no posto de Itabapoana.


segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Apiacá, Bom Jesus do Norte e Ponte do Itabapoana com comércio todo fechado por falta de policiamento nas ruas

A sensação de medo toma conta dos moradores de Bom Jesus do Norte, Apiacá e do distrito de Ponte de Itabapoana, em Mimoso do Sul.

Segundo informação colhida com moradores de Apiacá, o comércio está todo fechado e poucas pessoas transitam pelas ruas, deixando os moradores com sensação de pânico.

A greve foi considerada ilegal pela Justiça do Estado do Espírito Santo, mas a categoria acusa o Governo de 7 anos sem aumento de salários.


Apiacá: comércio fechado e ruas vazias.

Santo Eduardo: Polícia Militar faz barreira para impedir que criminosos que estão atuando no Espírito Santo invadam o Estado do Rio.

A crise na Segurança Pública do Estado do Espírito Santo toma conta nesta segunda-feira dos noticiários de TV, Rádios e Internet. Como o clima de insegurança está pairando no ar, o destacamento policial de Santo Eduardo está de prontidão, fazendo uma barreira e abordando motocicletas, veículos e caminhões que entram ou seguem para Ponte do Itabapoana, distrito de Mimoso do Sul.

Todo o cuidado é pouco, visto que o caos e o pânico dos vizinhos capixabas é evidente e a situação, se não for revertida, há de piorar nas próximas horas.

Em Apiacá, segundo informações, o comércio está fechado devido à falta de patrulha da Polícia e em Ponte do Itabapoana até o Posto de Combustíveis está fechado.

TODO CUIDADO É POUCO!


sábado, 4 de fevereiro de 2017

Santo Eduardo: bloqueio vacinal contra a febre amarela vacinou apenas 1.796 pessoas

A campanha de vacinação aconteceu de forma tranquila em Santo Eduardo nesta semana, mas com algumas restrições, tipo, o fato das pessoas acima de 60 anos não poderem ser vacinadas causou indagações em muitos moradores do distrito, pois, segundo relatos de muitos desta faixa etária, eles viram reportagens na TV de outras regiões do Brasil, que estão passando pela mesma questão, vários idosos sendo vacinados. Ou seja, muitos se sentiram desprotegidos nesta campanha, causando revolta de muitos. Observei também alguns adultos que não puderam ser vacinados porque trabalham na cidade e não chegavam à tempo para vacinar. Houve casos também de várias pessoas que não quiseram ser vacinadas, por conta e risco, e casos de pessoas da zona rural do distrito que só tinham como comprovante de endereço a conta de energia que, em sua maioria citava sua propriedade como sendo de Morro do Coco e Santa Maria, sendo que estas propriedades estão no 13º distrito.


O ideal, ao meu ver, já que sobraram vacinas, é que deixassem aqui no Hospital algumas doses para que muitos que não puderam ser vacinados venham à unidade e recebam a imunização. 


Veja a reportagem do site da prefeitura sobre a campanha:


 (Foto: Divulgação)

A primeira etapa do bloqueio vacinal contra a febre amarela vacinou 1.796 pessoas em Santo Eduardo, distrito de Campos. A informação foi divulgada pela diretora de Vigilância em Saúde de Campos, Andreya Moreira. A próxima etapa de vacinação nas localidades que fazem divisa com as áreas de risco, que no caso de Campos é com o Espírito Santo, começa na segunda-feira em Santa Maria  

Dra. Andréya informou que os cinco dias de vacinação em Santo Eduardo foram tranquilos e a expectativa de procura ficou dentro do esperado. “O trabalho em Santo Eduardo aconteceu de forma tranquila, sem nenhum tipo de tumulto. As pessoas procuraram o ônibus de vacinação normalmente e aquelas que por algum motivo não puderam tomar vacina receberam orientação dos profissionais. Além disso, também aproveitamos para atualizar o cartão de vacina das pessoas”, disse.

A diretora de Vigilância em Saúde ressaltou a importância dos critérios para a administração da vacina contra a febre amarela, preconizados pelo Ministério da Saúde. A prioridade de vacinação é para as pessoas, de 9 meses a 60 anos, que residam na divisa dos estados de risco e para quem comprovar viagem para essas áreas. Não podem receber a dose pessoas com câncer, HIV positivo, alergia a proteína do ovo e a gelatina, que façam uso frequente de medicamentos como corticoide, gestantes e lactantes.

Em Santa Maria, a imunização inicia no próximo dia 6 e segue até o dia 10, das 9h às 15h, no ônibus que ficará em frente à unidade de saúde do distrito. As pessoas devem comparecer munidos de documento de identidade, cartão de vacinação (se tiver) e comprovante de residência.

Também segue normalmente as vacinações diárias para quem comprovar viagem para áreas de risco de contaminação da febre amarela. Cem senhas são distribuídas diariamente na sede da Secretaria de Saúde, a partir das 7h30. Segundo Andréya Moreira, ao todo, incluindo as vacinações em Santo Eduardo e na Secretaria de Saúde, mais de 2 mil pessoas foram imunizadas. A orientação para as pessoas que vão viajar é que elas tomem a vacina com pelo menos 10 dias de antecedência da viagem. 

Por: Daniela Nascimento -  ASCOM

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Santo Eduardo: em dois dias, Saúde imuniza 755 pessoas contra febre amarela


 (Foto: Rafael Peixoto)


Em dois dias de vacinação contra a febre amarela no distrito de Santo Eduardo, 755 pessoas foram imunizadas. A campanha teve início na segunda-feira (30), e o distrito foi escolhido por fazer parte das localidades que fazem divisa com áreas de risco. A previsão é de que a vacinação aconteça até sexta-feira, sempre entre 9h e 15h, em frente ao UPH.

De acordo com a Vigilância em Saúde, na segunda-feira foram aplicadas 390 doses da vacina e na terça-feira (31), 365 doses. A equipe de enfermagem está aproveitando para fazer a atualização do cartão vacinal e orientar a população local sobre a importância da imunização.

A vacinação seguirá as determinações da secretaria de Saúde do Estado (SES), onde somente as pessoas com idade entre nove meses a 60 anos serão imunizadas, mediante apresentação do documento de identidade e um comprovante de residência.

Em Santo Eduardo, a quantidade de doses foi estipulada de acordo com o número total de habitantes do distrito. A prioridade de vacinação é para as pessoas que residam na divisa dos estados de risco e para quem comprovar viagem para essas áreas. Não podem receber a dose pessoas com câncer, HIV positivo, alergia a proteína do avo e a gelatina, que façam uso frequente de medicamentos como corticoide, gestantes e lactantes.

Ascom Campos